Basquete

Jogadores de basquete brasileiros: relembre os maiores da história

Confira trajetórias importantes de jogadores de basquete brasileiros A relação do brasileiro com o basquete está longe de ser a […]

Anderson Varejão, jogador de basquete, em close médio, vestindo camisa verde da Seleção Brasileira de Basquete.

Confira trajetórias importantes de jogadores de basquete brasileiros

A relação do brasileiro com o basquete está longe de ser a mais importante no mundo esportivo. No entanto, o esporte da bola laranja arrasta grande público no país e tem grandes atletas. Relembre os maiores jogadores de basquete brasileiros.

Neste artigo preparado pelo Blog Betnacional, você encontra feitos históricos do mundo do basquete. Histórias escritas por atletas brasileiros, além de conquistas marcantes de outros ícones internacionais.

Jogadores de basquete brasileiros que entraram para a história: feminino

1- Alessandra Oliveira

Poucas jogadoras são tão vitoriosas quanto Alessandra. A pivô titular do título mundial em 1994 e nas conquistas das medalhas de prata na Olimpíada de Atlanta, em 1996. Além dos feitos, levou o bronze nos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000.

Já na WNBA, defendeu o Washington Mystics na temporada 98/99, o Indiana Fever em 2000 e o Seattle Storm em 2001.

2- Érika de Souza

O currículo de Érika é de causar inveja. Campeã pan-americana, ela se destacou como uma das grandes jogadoras da WNBA. Lá, faturou a temporada 2022 e participou de 3 edições do All-Star Game, além de ter estado entre as melhores jogadoras defensivas da temporada 2013.

No basquete europeu, foi campeã da Euroliga em 2011, octacampeã espanhola e campeã húngara. Já pela Seleção Brasileira, a pivô foi campeã dos Jogos Pan-Americanos de 2019 e tricampeã da Copa América, em 2001, 2003 e 2011.

3 – Maria Helena Cardoso (Heleninha)

Participou de uma série de conquistas do basquete brasileiro entre o final dos anos 1950 e início da década de 1970. Foi campeã dos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg em 1967, vice em Chicago em 1959 e São Paulo no ano de 1963.

Também foi tricampeã sul-americana, em 1958, 1965 e 1970, além de medalhista de bronze no Mundial de 1971.

4- Hortência

A maior cestinha da história da Seleção Brasileira de Basquete Feminino.

Rainha da geração mais vitoriosa da história do basquete feminino no Brasil, foi campeã dos Jogos Pan-Americanos de Havana em 1991, campeã mundial em 1994 e medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996.

Em 2018, a ex-camisa 4 da Seleção Brasileira foi eleita a melhor jogadora da história das Copas do Mundo de Basquete Feminino.

5- Magic Paula

Dividiu com Hortência a liderança e o protagonismo da Seleção Brasileira mais vitoriosa da história do basquete feminino no país. A primeira convocação de Paula para a seleção adulta aconteceu quando ela tinha apenas 14 anos.

Defendendo o Brasil, foi campeã dos Jogos Pan-Americanos de Havana, em 1991, campeã mundial, em 1994, e conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996.

6- Janeth Arcaim

Todas as vezes em que for feita uma lista das melhores jogadoras da história do basquete brasileiro, Janeth Arcain nunca será esquecida.

Uma das principais atletas da seleção brasileira e campeã mundial em 1994, conquistou ainda a medalha de prata na Olimpíada de Atlanta em 1996 e a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Sydney 2000.

Janeth é a 3ª maior pontuadora da história da seleção, tendo anotado 2.247 pontos em 138 jogos oficiais.

Primeira brasileira a jogar na WNBA, defendeu o Houston Comets e foi tetracampeã da liga norte-americana. Em 2001, recebeu o prêmio de Most Improved Player (MIP) e foi convocada para o All-Star Game.

E entre os homens não é diferente. O Brasil também revelou grandes nomes para o mundo do esporte da bola laranja. De feitos antigos a conquistas recentes, brasileiros escrevem suas histórias.

Jogadores de basquete brasileiros históricos: masculino

1- Amaury Passos

Foi bicampeão mundial e conquistou 2 medalhas olímpicas. Fez parte da geração mais vitoriosa da história da seleção brasileira de basquete masculino.

Amaury ainda conquistou 2 Mundiais entre 1959 e 1963, duas medalhas olímpicas de bronze entre 1960 e 1964, além de quatro Campeonatos Sul-Americanos.

Inicialmente jogava como pivô, mas com a chegada de atletas mais altos, fez com que mudasse de posição, alternando entre ala e às vezes armador. É, sem dúvidas, um destaque entre os jogadores de basquete brasileiros.

2- Anderson Varejão

O ala-pivô foi vitorioso no basquete europeu e na NBA. Pelo Barcelona, Varejão foi o único brasileiro a ter sido campeão da Euroliga. Na NBA, se tornou um dos ídolos do Cleveland Cavaliers, franquia que defendeu entre 2004 e 2016.

É o 5º na lista de jogadores com mais rebotes na história dos Cavaliers e o 8º na relação de tocos e roubos de bola.

Em 2016, Varejão se tornou o 1º jogador a ter defendido os dois finalistas da NBA em um mesmo ano, depois de ter sido trocado pelo Cleveland Cavaliers para o Golden State Warriors.

Pela Seleção Brasileira, foi campeão dos Jogos Pan-Americanos de 2003, campeão sul-americano no mesmo ano e bicampeão da Copa América, em 2005 e 2009.

3- Leandro Barbosa

É mais um jogador de sua geração no basquete brasileiro que conseguiu ser bem-sucedido na NBA.

O ala-armador recebeu o prêmio de Sexto Homem do Ano na temporada 2006-2007, quando defendia o Phoenix Suns, e foi campeão da liga em 2014-2015, atuando pelo Golden State Warriors.

Além da franquia do Arizona e dos Warriors, também defendeu a camisa do Toronto Raptors, Indiana Pacers e Boston Celtics.

Pela Seleção Brasileira, Leandrinho foi bicampeão da Copa América, em 2005 e 2009, e esteve nas Olimpíadas de 2012 e 2016.

4- Oscar Schmidt

Conhecido como o “Mão Santa”, Oscar é o maior cestinha e jogador da história do basquete brasileiro. Foram mais de 30 anos de carreira, acumulando títulos e conquistas por clubes do Brasil, da Europa e também pela Seleção Brasileira.

A maior vitória conquistada foi a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1987, em Indianápolis. Além do feito, Oscar conquistou 3 Campeonatos Sul-Americanos pela Seleção Brasileira.

5- Tiago Splitter

Além de ter conquistado títulos na Europa, Splitter foi o primeiro brasileiro a ser campeão da NBA, em 2014, atuando pelo San Antonio Spurs.O ala-pivô foi titular em boa parte daquela campanha, inclusive em 2 dos 5 jogos das finais contra o Miami Heat.

No basquete espanhol, Splitter foi o MVP da temporada regular da Liga ACB e recebeu também o prêmio de MVP das finais e conquistou o título de 2010.

Com a Seleção Brasileira, Splitter foi campeão dos Jogos Pan-Americanos de 2003, bicampeão da Copa América, em 2005 e 2009, e campeão sul-americano em 2003.

6- Ubiratan Pereira

O maior pivô brasileiro de todos os tempos. Foi o primeiro jogador do Brasil de basquete a assinar um contrato profissional no exterior. Ganhou 4 medalhas em Mundiais jogando pela Seleção, sendo o auge de sua carreira ter feito parte da equipe campeã mundial em 1963.

O pivô disputou 3 Olimpíadas: Tóquio 1964, Cidade do México 1968 e Munique 1972.
entrou para a Ordem de Mérito da FIBA em 1994.

7- Marquinhos Abdalla

Marquinhos também é um dos jogadores de basquete brasileiros a ter história com a NBA, mas o único de uma maneira diferente.

Escolhido pelo Portland Trail Blazers em 1976, Marquinhos Abdalla preferiu continuar defendendo a Seleção Brasileira – e acumulou títulos por onde passou. Foi o primeiro jogador de basquete do Brasil a ter a oportunidade de jogar a NBA. E o pioneiro a recusar.

Entre os feitos de Abdalla estão 3 participações em Olimpíadas (1972, 1980 e 1984), além do vice-campeonato mundial em 1970 e medalhista de bronze em 1978.

Ganhou também a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Cali, em 1971, e participou de três Olimpíadas: Munique 1972, Moscou 1980 e Los Angeles 1984.

Brasil na NBA

Em 75 anos de história, a NBA foi palco para 18 jogadores de basquete brasileiros. De Rolando Ferreira, primeiro atleta do Brasil a ser ‘draftado’ pela maior liga de basquete do mundo, a Didi Louzada, jogador mais recente a ser integrado.

Apesar da presença de atletas nacionais, a entrada – e permanência – na Liga Americana é um percurso difícil. Hoje, apenas 2 brasileiros disputam a competição.

Raul Neto – Washington Wizards

Raulzinho, como é conhecido, vive a sua 7ª temporada na NBA. Hoje atuando pelo Washington Wizards, o armador ganhou mais minutos na equipe, aproveitou a oportunidade e teve contrato renovado para a temporada 2022.

Didi Louzada – Portland Trail Blazers

Chegou ao New Orleans Pelicans no fim da última temporada, após 2 anos emprestado pela franquia Sydney Kings, da Austrália, e atuou em 3 partidas.

De volta à equipe, o brasileiro teve pouco espaço e foi envolvido na troca pelo jogador CJ McCollum. Hoje, está de casa nova, vestindo a camisa do Portland Trail Blazers.

Destaque nacional

Georginho de Paula

Atualmente no Franca, o armador é um dos destaques do NBB. Na última temporada, Georginho foi de extrema importância para as campanhas finalistas de seu ex-clube, o São Paulo.

Lá, chegou nas decisões da Copa Super 8 e NBB, além do Final Four da Basketball Champions League Américas (BCLA).

Jogadores de basquete históricos

Quem foi o maior jogador da história do basquete? E a melhor jogadora? O debate vez por outra volta à tona. Mas a realidade é que o esporte da bola laranja reúne diversos grandes atletas em toda a sua história.

Abaixo, o Blog da Betnacional reúne alguns dos nomes que marcaram e seguem marcando a história do basquete.

Stephen Curry

Com a camisa do Golden State Warriors, o armador só ‘não fez chover’ da linha de três, quebrando recordes e se tornando um dos maiores arremessadores de todos os tempos. Curry é o grande líder da equipe treinada por Steve Kerr.

Junto ao treinador, revolucionou a franquia californiana, com 3 títulos da NBA e, de quebra, sendo eleito MVP da temporada regular em 2015 e 2016.

Ainda em quadra, a trajetória ainda não acabou, mas seu lugar entre os maiores jogadores de basquete de todos os tempos já é mais do que justo.

Sue Bird

Ao todo, foram 17 temporadas na NBWA. É a maior assistente da história da Liga. Pela seleção dos Estados Unidos, Bird também fez história. Com a camisa de seu país, conquistou a medalha olímpica de ouro em 2004, 2008, 2012, 2016.

Além disso, também conquistou 4 medalhas de ouro pela Copa do Mundo da FIBA (2002, 2010, 2014, 2018), sendo bronze em 2006.

Tem no currículo ainda 5 títulos de EuroLiga (2007, 2008, 2009, 2010, 2013), sendo All-Star em dois deles, jogando pelo Spartak Moscow.

Lebron James

‘King James’. Explosivo, técnico e um grande líder, LeBron conquistou tudo o que um atleta da NBA almeja: títulos, MVPs e All-Stars. O ala do Los Angeles Lakers é o maior cestinha da história dos playoffs e o único jogador a ser MVP das Finais por 3 times diferentes.

Larry Bird

Integrante do “Dream Team” dos Estados Unidos, Larry Bird foi um exímio pontuador e um dos ídolos mais aclamados da história do Boston Celtics. Com a equipe de Massachusetts, venceu 3 títulos da NBA e foi eleito MVP 3 vezes seguidas.

Bird era relativamente lento, mas compensava na inteligência, sempre prevendo o próximo passo dos adversários.

Michael Jordan

Considerado o maior jogador de basquete de todos os tempos, o ala-armador foi fenomenal dentro de quadra. Força, velocidade, drible, chute, defesa, passe e explosão. Jordan tinha todos os principais fundamentos do esporte unidos em um só corpo.

Na NBA, foram 6 títulos faturados, 5 MVPs recebidos e 14 All-Stars acumulados. Decidiu 25 partidas com cestas nos últimos 30 segundos, sendo 2 finais e 5 duelos de playoffs.

Kareem Abdul-Jabbar

O maior pivô que o basquete já viu. Foram 6 títulos de NBA, seis MVPs de temporada regular (maior vencedor do prêmio) e a cereja do bolo: maior pontuador da história da liga (38.387).

Ainda, Abdul-Jabbar é o atleta com mais tempo em quadra (57.446 min), mais vezes eleito All-Star (19) e maior cestinha do Milwaukee Bucks (14.211).

Bill Russell

Foi a peça central da dinastia Boston Celtics nos primórdios da NBA. O pivô, conhecido pelo jogo defensivo impecável, é o atleta com mais títulos na história dos esportes americanos.

Russell foi eleito MVP da temporada regular em 5 oportunidades, além de ter comparecido ao All-Star Game 12 vezes na carreira.

Kobe Bryant

Há quem diga que Kobe foi o maior jogador de basquete de todos os tempos após Michael Jordan. E o seu currículo não deixa enganar: 5 títulos da NBA, 18 convocações para o All-Star e 1 prêmio de MVP da temporada regular.

Conhecido como ‘Black Mamba’, o craque do Los Angeles Lakers morreu em um acidente de helicóptero 4 anos após se aposentar das quadras.

Magic Johnson

O lendário armador do Dream Team jogou a carreira inteira nos Lakers, conduzindo a franquia a 5 títulos da NBA. Além disso, faturou 3 prêmios de MVP e acumulou 12 presenças no All-Star.

E o apelido recebido por Johnson não foi à toa. O atleta realmente fazia mágica com a bola laranja. Entre passes inacreditáveis e jogadas plásticas, ele conquistou o seu lugar no mundo do basquete.

COMPARTILHE

Bombando em Basquete

1

Basquete

Como apostar em basquete: mercados e dicas

2

Basquete

Celtics e Mavericks disputam finais da NBA

3

Basquete

NBA Playoffs: veja os jogos que irão definir o campeão da temporada

4

Basquete

Conheça quem são os maiores campeões da NBA!

5

Basquete

Turnover no basquete: quais os maiores da história?