Campeonato Brasileiro

Principais artilheiros do Brasileirão nos últimos dez anos

Principais artilheiros do brasileirão. Veja os melhores. País do futebol, o Brasil é um celeiro de craques e artilheiros. Ao […]

gabigol dominando a bola

Principais artilheiros do brasileirão. Veja os melhores. País do futebol, o Brasil é um celeiro de craques e artilheiros.

Ao longo dos últimos anos, jogadores das mais diversas características e perfis sagraram-se goleadores na elite nacional. Neste artigo, traremos os principais deles e as devidas contextualizações que os tornam especiais. 

De 2011 até aqui, aliás, o Brasileirão vem sendo disputado no mesmo formato: pontos corridos, todos contra todos e 20 equipes no total. Ou seja, condição igual de dificuldade e quantidade de partidas. Confira abaixo. 

Veja agora quais são os principais artilheiros do Brasileirão

Gabigol 

Apesar de ser um jogador jovem, Gabigol é um dos principais artilheiros do Brasileirão.Falar de gol no futebol brasileiro é falar de Gabriel Barbosa, o Gabigol. Revelado pelo Santos e ídolo do Flamengo, o atacante foi artilheiro da Série A nas temporadas de 2018 e 2019.

No primeiro ano, pelo Peixe, balançou as redes 18 vezes e destoou da campanha da equipe, que terminou aquela edição do campeonato no meio da classificação, em 10º lugar.

Na temporada seguinte, mudou-se para o Rio de Janeiro e fez 25 gols pelo rubro-negro carioca, sendo peça fundamental para a conquista do título do Brasileirão. 

Gabigol, inclusive, quebrou um jejum de 24 anos: desde Túlio Maravilha, nos anos de 1994 e 1995, um mesmo jogador não era artilheiro por duas temporadas consecutivas da Série A. 

Fred 

Maior artilheiro da história dos pontos corridos, Fred foi o goleador do Brasileirão em três edições nas últimas temporadas: 2012 e 2014, pelo Fluminense, e 2016, pelo Atlético-MG. 

Na primeira delas, foi decisivo para o título do Brasileirão do tricolor carioca, com 20 gols. Dois anos depois, ele manteve o rendimento, com 18 bolas na rede, mas o Fluminense reduziu o nível e terminou apenas em sexto lugar. 

Por fim, em 2016, pelo Galo, reduziu um pouco a média e anotou 14 gols – empatado com Diego Souza, do Sport, e William Pottker, da Ponte Preta. 

Ricardo Oliveira 

Artilheiro mais velho da última década, Ricardo Oliveira superou as desconfianças no ano de 2015 pelo Santos. Inicialmente, chegou para um contrato curto no começo da temporada, mas deu resultado e deslanchou de vez na Série A. 

Naquele Brasileirão, o centroavante de 35 anos balançou as redes 20 vezes e foi destaque do Peixe que terminou a competição apenas em sétimo lugar. 

Aos 30 anos, Jô retornou ao futebol brasileiro em 2017 para defender o Corinthians, onde foi revelado,  e mostrou que seguia com o mesmo faro de gol. E poder de decisão.

Falando nisso, que tal conferir as principais estatística do Corinthians? Entenda tudo o que acontece com o timão e faça uma graninha extra com apostas esportivas!

Naquele ano, foi o artilheiro do Brasileirão, com 18 gols, e peça fundamental para o Timão conquistar o troféu da competição com campanha segura – apesar de possuir um time bem mais modesto em relação ao que havia sido campeão dois anos antes.

Hulk 

imagem de Hulk, atacante do Atlético-MG

O atacante tem história parecida com a de Jô, mas algumas diferenças são importantes. Primeiro que Hulk retornou mais velho ao futebol brasileiro, com 35 anos, mas demonstrou que segue jogando de forma fina e desequilibrante.

Com 19 gols, decidiu vários jogos para que o Atlético-MG fosse campeão da Série A em 2021, quebrando um jejum de 50 anos.

Além disso, diferentemente de Jô, não foi centroavante durante a carreira, mas adaptou-se facilmente na função de jogar centralizado.

Veja também os jogadores com mais cartões vermelhos! É muita estatística para você melhorar ainda mais seus palpites para apostas esportivas.

Claudinho e Diego Souza 

Os dois jogadores se destacam entre os artilheiros porque são os únicos dos últimos dois anos que não são atacantes: ambos são meias. Além disso, não estavam em times que foram protagonistas no Brasileirão.

A começar por Diego Souza, foi goleador da edição de 2016 da Série A, com 14 gols – ao lado de Fred, do Atlético-MG, e William Pottker, da Ponte Preta – e ajudou o Sport a não ser rebaixado na competição (foi 15º lugar).

Já Claudinho, em 2020, balançou as redes 18 vezes – empatado no topo com Luciano, do São Paulo – e contribuiu para que o Red Bull Bragantino fosse sexto colocado no Campeonato Brasileiro.

COMPARTILHE

Bombando em Campeonato Brasileiro

1

Campeonato Brasileiro

Estatísticas do Corinthians: Confira o que esperar do Timão no Brasileirão

2

Campeonato Brasileiro

Resultados do Palmeiras: desempenho do Porco em 2023

3

Campeonato Brasileiro

Jogos do São Paulo: estatísticas do Tricolor Paulista!

4

Campeonato Brasileiro

Brasileirão Sub-20: fique por dentro das informações e temporada 2023

5

Campeonato Brasileiro

Brasileirão Série B: tudo sobre o torneio em 2023!